Mães de Anjo 😇

março 19, 2017

Mães de anjo, sofrem caladas, sozinhas com medo de se tornarem repetitivas e chatas…

Carregam a dor no peito e na alma muitas vezes com um sorriso no rosto e o coração sangrando…

Tendo que encarar olhares e julgamentos, as pessoas realmente acham que está dor e está saudade deve passar, mas na verdade não é bem assim que funciona, pois é fácil opinar quando o fato não é sentido na pele 💔😥 Então o que nos resta???? De coração e alma ferida toda mãe órfã segue na esperança de um dia Deus nos escutar e ter compaixão dá nossa dor e nos presentear com um lindo reencontro 😇😇❤❤ Elinete Paris

Talvez também gostes

2 Comentários

  • Reply Júlia setembro 5, 2017 at 8:34 am

    Olá, estava gestante de 23 semanas no dia. 22 de Agosto minha bolsa rompeu e o parto teve de ser provocado porque ja não tinha líquido nenhum. O meu anjinho nasceu com vida prematuro com 500G, foi para ecubadora. E eu estava muito esperançoso que o meu filho fosse sair de la bem aliás orei muito e sempre por ele tinha fé que um milagre pudesse acontecer, infelizmente não aconteceu.na manhã do dia seguinte recebi a triste notícia que o meu amado filho esperado com muito amor não registou. Senti e sinto até hoje a pior dor do mundo uma dor horrível que ninguém merece passar é uma dor que dói, é uma angústia insuportável, uma tristeza que te faz perder o chão um desespero de acordar e dizer é um sonho está tudo bem. E sempre me pergunto o que fiz de mal para isso acontecer comigo? Porquê Deus permitiu isso? O que eu poderia ter feito para que não acontecesse isso (que a bolsa não rompesse prematuramente)? As vezes da vontade de sumir, é suportar essa dor sozinha é muito angustiante apesar de ter a família ao lada a dar apoio. Mais o pai do meu filho virou-me a costas logo que engravidei. Ele até agora liga de vez em quando para saber como tenho passado, mais se ele tivesse ao meu lado dando apoio conversando e sentir a dor comigo talvez seria mais fácil para mim. Sofro com tudo isso é sofro muito, as vezes penso que já não tenho forças para aguentar. As coisas dele estão guardadas e vou guardar para um próximo filho se Deus quiser que pretendo dar o nome que eu tinha preparado para o irmão. Apezar de tudo sinto a presença de Deus em minha vida e sinto que o melhor ainda está por vir. E acredito sim que o meu bebê, o meu Príncipe, o meu eterno amor se tornou num anjinho e está bem nos braços do senhor Deus pai todo poderoso (Jeová)

  • Reply Monica setembro 23, 2017 at 11:40 pm

    Muitos acham que pelo fato do bebê morrer no parto ou nascer morto não cria-se vínculos de amor,passo por essa perda,sei a dor e o vazio que as vezes parece insuportável.Só quem passa por isso entende o que é essa dor…o resto apenas imaginam!

  • Deixar uma resposta