Esperança

Não pare no meio do caminho

fevereiro 9, 2017

Motivos para continuar… não podemos parar no meio do caminho… nossa vida precisa cumprir o propósito que Deus tem desde quando nos criou no ventre de nossa mãe, passamos por lutas diárias, tribulações, pelejas, dificuldades de todos os tipos… somos provados em todo o tempo e o tempo todo, mas Deus sabe e conhece todas as estruturas humanas, pois ele é o nosso CRIADOR e nunca faz nada que não possamos suportar e sobreviver… precisamos aprender a aceitar seus desígnios, entender porque e para que as lutas acontecem em nossas vidas e saber que tudo isso é necessário para o nosso crescimento, amadurecimento… algo Ele tem para fazer com cada experiência que passamos, toda luta tem um fim… e sempre saímos mais fortalecidos das guerras que enfrentamos, entendemos apenas nesses momentos a importância de buscar ajuda em Deus para suportar toda fragilidade da nossa Alma, aprendemos a viver na presença diária com Deus, descobrimos que nossa Força vem do Senhor, nosso refrigério para o coração vem da Palavra, do louvor, da oração, do consolo pelo Espírito Santo direto através do Bálsamo derramado na dor que parece não ter fim no profundo do nosso peito.
A nossa Fé começa a crescer nesse período e algo sobrenatural começa a nascer em nosso ser, passamos a valorizar coisas pequenas e perceber mudanças em nossas atitudes e pensamentos…


Jeremias 29:11 a 13 – Pois eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito,  diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Então me invocareis, e ireis e orareis a mim, e eu vos ouvirei. Buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração


Nesse momento cresce um relacionamento mais íntimo com Deus, nos damos a oportunidade de aprender a viver diferente do que estamos normalmente acostumados, permitindo que o AGIR de Deus tome conta das nossas vidas. Dessa forma, entendemos que nossa vida precisa passar por uma profunda transformação, esse é o momento da verdadeira entrega para Deus conduzir o melhor e único caminho que devemos andar…


Salmo 37:5 – Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará;


Para permitir que Ele entre com solução para todas as suas causas impossíveis de serem resolvidas.


Lucas 1:37 – porque para Deus nada será impossível;


Pois não depende de nossas forças humanas de resolver e sim do Poder de Deus.

Elaborado por minha mãe e Psicóloga cristã Rosângela Rizzo Castilho Fagundes

Relato

Histórias de Mães de Anjos ❤️Superação❤️

fevereiro 9, 2017

Relato de Mãe de Anjo

Minha história começou no dia 02/06/2016, quando peguei o resultado do meu Beta HCG, uma alegria inexplicável, logo marquei minha primeira consulta do pré-natal, estava de 4 semanas, eu e meu esposo estávamos extremamente felizes, contávamos os dias e os minutos para irmos as ecografias, e as consultas… Logo na primeira ecografia foi identificado que as minhas artérias uterinas estavam alteradas, na consulta meu GO receitou ASS infantil e passamos a acompanhar, sempre estive muito bem, nenhum sintomas que viesse me preocupar o tempo foi passando e percebi que estava cada dia mais inchada, era a minha única preocupação, porem, depois das 24 semanas de gestação as artérias uterinas já tinham sido normalizadas, então fiquei tranquila, e sempre estive muito bem, apenas muito inchada. Com 32 semana tive meu primeiro pico de pressão alta (14’9) e o GO já entrou com medicação para pressão. E passei a fazer os exames todas as semanas para controlar as plaquetas do sangue e sempre medindo a pressão, tudo normal nos exames e no controle da pressão, neste momento já tinha engordado (inchaço) 30kilos, continuei trabalhando, me sentindo pesada porém bem clinicamente até que na 35+2, numa quinta-feira tive outro pico de pressão 15’10, meu GO encaminhou para maternidade e repitimos todos os exames, e foi identificado que as plaquetas do sangue estavam caindo, meu GO pediu para que repetisse os exames na segunda feira, a intenção era acompanhar repetindo diariamente. Na segunda feira dia 9/1/2016 com 35+6 quando fui realizar novamente os exames as plaquetas estavam no limite e meu GO imediatamente solicitou meu internamento, no mesmo dia fiz ecografia e estava tudo bem ouvi o coraçãozinho do meu DAVI normal. Estava bem e tranquila, aguardando a visita do meu GO no quarto do hospital. Enquanto isso jantei, pois não imaginava que meu pesadelo começaria naquela noite, quando meu GO chegou e foi me examinar tivemos dificuldade para ouvir o coração do meu anjinho, imediatamente ele percebeu que o bebê estava em sofrimento, e iniciava o processo de pré-eclâmpsia, precisando ir para cesárea de emergência, mesmo tendo jantado.
No momento da cesárea meu esposo permaneceu o tempo todo do meu lado acompanhando o procedimento cirúrgico e a evolução da horrorosa pré-eclâmpsia DHEG (Doença hipertensiva específica da gestação) que levou o meu anjinho e ocasionando o descolamento da placenta com hemorragia interna, fazendo meu bebe nascer sem batimento cardíaco, precisando ser reanimado, tive muito sangramento interno, correndo grande risco de vida e de evoluir para eclâmpsia, fiquei 6 horas no centro cirúrgico aguardando a recuperação de todos os órgão ( falarei mais detalhes sobre essa monstruosa doença em outro post), porque acredito que muitas mães como eu não tem noção da gravidade). Saindo do centro cirúrgico, recebemos a notícia que nosso anjinho Davi tinha tido outra parada cardíaca e não resistiu… A tristeza e angústia tomaram conta dos nossos corações Davi será sempre nosso anjinho guerreiro que lutou todos os momentos, nosso amado primogênito.

❤️Papai e mamãe de anjo, filho, sempre amaremos você nosso anjinho, você levou um pedaço dos nossos corações ❤️

▪️ Quero aproveitar para agradecer toda a família e amigos que nos ampararam com carinho e mensagens de conforto. Em especial deixo meu eterno agradecimento a minha mãe Rosângela e meu esposo Dani.

Minha mãe que desde o meu positivo até meu internamento e até hoje tem estado no meu lado, me ajudando, fisicamente, emocionalmente, espiritualmente e em tudo que preciso e precisei, 24 horas por dia, sem você não sobreviveria mãe. Eu e o nosso anjinho Davizinho amamos eternamente você minha mãe amada.

Meu esposo, que também esteve o tempo todo ao meu lado, me dando toda força, desde aquele momento que estávamos juntos na sala de parto,  até todas as noites de hospital, que cuidou de mim e tem me dado muita força até hoje, se unimos em um grande amor e força para conseguirmos viver dia após dia. Meu amor te amo todos os dias das nossas vidas.

Mães de anjos, vamos compartilhar suas histórias e se ajudarmos na Superação desta dor.

Desabafo

Missão Mamãe de Anjo & Missão Vovó de Anjo

fevereiro 9, 2017

Uma missão chamada ser mãe de anjo…

Amor incondicional é a palavra que descreve tudo isso, muito antes do positivo a mamãe já esperava, sonhava, orava e amava você meu filho… alguns meses depois veio o positivo e junto com ele a alegria, felicidade e o amor incondicional aumentava cada dia mais por você, meu anjo… sim, depois do positivo já foi possível realmente se sentir uma verdadeira Mãe, os meses foram passando e cada dia o amor entre nós crescia, nós conversávamos todos os dias, cantávamos várias musiquinhas…. e tudo que a mamãe fazia te contava… por onde a mamãe andava lá estávamos nós conversando, alguns momentos até no meio da rua nós conversávamos sem se preocupar com as pessoas, que poderiam achar que a mamãe era uma louca… isso não importava… nosso amor era tão grande, que transbordava o coração….
Sim, é verdade… a mamãe não conhecia você, não sabia a cor dos seus olhos, nem do seu cabelo, não sabia se você seria feio ou bonito, branco ou preto, gordo ou magro, mas isso não importava… a mamãe não precisava saber de nada disso para ter a certeza que o nosso amor é eterno, para sempre, meu anjinho. Quando chegou o dia do nosso encontro não foi possível a mamãe e o papai ouvir o seu chorinho… mas os minutos que passamos juntinhos foi possível ver o tão perfeito você é, mamãe viu os seus pezinhos, exatamente como a mamãe sempre sonhou, igual do vovô… a sua mãozinha, perfeita, gordinha igual a do papai… como foi perfeito ver você lindo, pegar e sentir você no meu colo meu primogênito amado…
Mas, foi Deus que me deu você… e o nosso tempo juntinho estava contado, a sua hora chegou… precisei devolver você para o papai do céu, devolvi o meu bem maior, o que eu tinha de mais precioso na vida, com você foi todos os meus sonhos num só momento…
Ah, como eu queria poder cuidar de você e te acariciar todos os dias da minha vida, mas hoje, você é o nosso anjinho… Um anjinho muito amado que está sendo cuidado pelo nosso Pai Celestial, sei, que você está em boas mãos meu filho, você foi escolhido para ser este lindo anjinho e espalhar todo o amor que você recebeu…
Dizem que anjos escolhem mães especiais para acolhê-los em sua breve jornada nesta vida. Que precisam sentir todo o amor e acolhimento do mundo no ventre que habitam, para que cumpram sua rápida missão aqui neste mundo na mais perfeita paz.
Por isso, meu amor, essa foi a nossa missão, saiba que está sendo muito difícil viver sem você fisicamente…
Peço que Deus me ajude a compreender que precisava de você junto com ele, que me ajude ter forças suficiente para continuar, que nunca me deixe perder a Fé por nenhum instante e que toda essa dor que me machuca tanto, seja transformada pela doce saudades…
Sendo assim, nosso amor vai continuar incondicionalmente e eterno, como sempre foi… você sempre será presente nos nossos corações.

Com amor e carinho Mamãe ❤️

**********************************************************************************************************

Uma missão chamada ser vovó de anjo…

Que benção dobrada ter o privilegio de ser Vó e receber um novo bebezinho na família… Muita alegria, amor, expectativa para aguardar o tão esperado dia da maternidade. Quando acontece algo inexplicável… passamos a princípio não entender o que estamos vivendo porque aparece tantos sentimentos envolvidos nesse momento, algo tão estranho que agimos por instinto e impulso do que precisa ser feito no momento quando nos assentamos com nossas emoções fica ainda mais complicado viver com a dor de não ter nosso esperado, amado bebezinho que já fazia parte da família em todos os momentos pelos longos meses de espera junto com a futura mamãe gestante da casa, em seguida passamos pela fase de entender o que e como tudo aconteceu… após reviver várias vezes a mesma dor e situação de perda do novo ser amado e esperado por todos, passamos a clamar a Deus para nos ajudar a enfrentar o luto de ter a certeza que não mais teremos a oportunidade de tê-lo conosco, então, começamos a buscar força e coragem para suportar e superar a terrível dor que parece não ter fim… agora resta-nos o consolo através do Espírito Santo de Deus em nossos corações para aliviar a tristeza do dia a dia em sobreviver apenas com lembranças de uma linda gravidez que acabou tragicamente com a perda para nos de um anjinho, mas que o Senhor recolheu para seu reino de luz para brilhar e ser abençoado junto com o papai do céu. Um dia estaremos todos juntos meu pequeno e lindo netinho Davi, vovó crê em cada promessa da palavra de Deus e não tenho dúvidas que você será nosso condutor principal no dia que entraremos junto no seu reino de luz junto com o papai celestial. Amo você de todo meu coração e jamais esquecerei os poucos momentos que vivi com você no hospital, será gravado em minha vida até a eternidade quando estarei contigo.

Com amor e carinho Vovó ❤️

 

Luto

Vivendo a LUTA do LUTO com DEUS

fevereiro 6, 2017

Olá pessoal, sejam bem vindo ao nosso blog… fiquem bem a vontade para comentar, relatar e compartilhar tudo que o seu coração permitir…

Levem os fardos pesados uns dos outros e, assim, cumpram a lei de Cristo.
Gálatas 6:2

Acredito que de todas as dores que a vida pode causar, a dor do luto parece ser a mais intensa. É uma dor que dói no profundo da nossa alma, aperta o peito, esmaga o coração, arranca lágrimas dos nossos olhos e assola nossas vidas. Todos nós, em um determinado momento da vida, teremos que enfrentar essa terrível dor, não existe nenhuma família que escape desse drama. Em qualquer situação que seja nunca será fácil lidar com a dor do luto, imaginarmos que deixaremos de conviver com aqueles que amamos ou que podemos perder todas as expectativas de encontrar aquele bebezinho que tanto esperamos e amamos mesmo antes do convivio, nos causa um profundo sofrimento, uma angústia e uma tristeza imensurável, afinal todos somos humanos e estamos expostos a esses horrorosos sentimentos. Quando estamos vivemos este luto é impossível não se entregar a todos esses “horrorosos sentimentos” como costumo dizer, pois ninguém é de ferro.
Mas precisamos crer, ter muita fé e seguir em frente deixando em nossos corações todas as boas lembranças, para isso, existe apenas um caminho, é necessário nos agarrarmos em Deus, pois só ele é capaz de consolar, confortar e nos fortalecer no momento do luto, ele enxugará dos nossos olhos toda a lágrima, dizendo que o nosso choro pode durar uma noite inteira, mas a alegria virá pela manhã!
Não estamos órfãos. Não caminhamos sozinhos pelos vales escuros da vida. O Espírito Santo consolador está em nós e intercede por nós todos os dias.
Não seremos a primeira e nem a última pessoa a passar por esta triste experiência. A morte faz parte do ciclo natural do ser humano, sendo assim, podemos escolher entre ficarmos sofrendo e revoltado com Deus por não termos mais a pessoa conosco ou podemos agradecê-lo por ter nos dado o privilégio de conviver com alguém tão especial, nem que tenha sido por alguns meses no ventre ou por uma vida inteira.
Na palavra de Deus diz; “Habito no alto e santo lugar, mas habito também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos e vivificar o coração dos contritos” (Isaías 57:15).
O próprio Senhor Jesus chorou quando seu amigo Lázaro morreu. A Bíblia diz que ele “gemeu no espírito e ficou aflito”, e logo depois “entregava-se ao choro” (João 11:33,35), sendo assim é totalmente compreensível que sofremos com a morte.
Chorar e ficar de luto quando perdemos alguém que amamos, não é sinal de fraqueza ou falta de confiar em Deus. O rei Davi também chorou quando seu filho Absalão faleceu e clamou: “Oh! Que eu, eu mesmo, tivesse morrido em teu lugar” (2 Samuel 18:33). Porém, devemos confiar que Deus é soberano, que as colunas de sustentação da nossa esperança são formadas por três verdades essenciais do Cristianismo. A primeira delas é que Jesus ressuscitou dentre os mortos e triunfou sobre a morte. Agora, a morte não tem mais a última palavra. A morte foi tragada pela vitória! A segunda verdade é que Jesus voltou ao céu e enviou o Espírito Santo, o Consolador, para viver  sempre conosco. O Espírito Santo consolador está em nós e intercede por nós ao Deus que está no céu. A terceira verdade é que Jesus vai voltar gloriosamente para buscar sua igreja. Naquele glorioso dia, os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro e os que estiverem vivos serão transformados e arrebatados para encontrar o Senhor Jesus nos ares, e assim, estaremos para sempre com o Senhor. Com essas verdades, a nossa tristeza se torna menos pesada. Como diz a Bíblia: “você não estará pesaroso como os demais que não têm esperança” (1 Tessalonicenses 4:13).

Se você estiver passando pela dor do luto, saiba que Deus quer ser o seu pai, o seu consolo e seu melhor amigo. Se você buscar ele de todo o seu coração, em oração e depender completamente dele, suas forças e fé serão renovadas e Ele trará de volta sua alegria de viver. E a Bíblia promete que “Ele mesmo te sustentará e jamais deixará que você seja abalado” (Salmo 55:22).